segunda-feira, 1 de maio de 2017

As cores

O tempo rouba as cores de todas as coisas. O sol, que era amarelo, ao fim do dia se esconde e transfora o céu azul em preto. As folhas das árvores, de um verde tão vivo, ao fim do outono estão queimadas e se camuflam ao chão de barro. As flores, com tantas cores, depois de colhidas também escurecem, murcham. O tempo altera a cor de tudo aquilo que já passou da validade. O dia que já nos foi cumprido. As folhas que já não nos acoberta. As flores que não mais nos encantam. E ao teu encontro, olhando nos teus olhos, compreendo com tristeza em uma fração instantânea de segundo o motivo pelo qual não vejo mais o arco-íris dentro deles. 
Postar um comentário