sábado, 17 de dezembro de 2016

Quem sou eu

Sou este ser em construção, que integra todas as vivências e experiências adquiridas no seu arsenal de histórias. Um ser sensível, que sente pelo outro, que sente com o outro, e que só sente ao encontrar com o outro. Alguém que às vezes chora, porque se permite, porque se atreve, porque se reconhece humana o suficiente para entender que nem tudo são risos. Sou alguém que está em contínua busca, daquilo que quero ser e do meu lugar no mundo. Sou ser único, insubstituível, sou tantas, sou muitas, e por toda essa singularidade tão plural, me basto.
Postar um comentário